Feeds:
Artigos
Comentários

A Ovelha Perdida

Ao grupo constituido pela Tânia, Rui e Beatriz coube ficar com o episódio em que Jesus relata a seguinte  história da Ovelha Perdida (Lc 15, 1-7):

E chegavam-se a ele todos os publicanos e pecadores para o ouvir.  E os fariseus e os escribas murmuravam, dizendo: Este recebe pecadores e come com eles.  E ele lhes propôs esta parábola, dizendo:

Que homem dentre vós, tendo cem ovelhas e perdendo uma delas, não deixa no deserto as noventa e nove e não vai após a perdida até que venha a achá-la?  E, achando-a, a põe sobre seus ombros, cheio de júbilo; e, chegando à sua casa, convoca os amigos e vizinhos, dizendo-lhes: Alegrai-vos comigo, porque já achei a minha ovelha perdida. Digo-vos que assim haverá alegria no céu por um pecador que se arrepende, mais do que por noventa e nove justos que não necessitam de arrependimento.

Após terem lido e analisado esta história contada por Jesus, o Rui, a Bia e a Tânia apresentaram o seguinte trabalho:

  • Por vezes não nos comportamos como o pastor, porque muitas vezes não nos interessamos com os outro, trocamos  umas amizades por outras e desistimos facilmente das coisas.
  • Com esta história Jesus mostra-nos que devemos sempre dar importância aos outros, devemos amar os outros e devemos lutar por quem amamos.
Anúncios

O Filho Pródigo

O grupo constituido pela Janin, Helena e Íris ficou responsável por se debruçar na passagem sobre o Filho Pródigo (Lc, 15, 11-32), que fala assim:

 «Um homem tinha dois filhos. O mais novo disse ao pai: “Pai, dá-me a parte dos bens que me corresponde”. E o pai repartiu os bens entre os dois. Poucos dias depois o filho mais novo, juntando tudo, partiu para uma terra longínqua e por lá esbanjou tudo quanto possuía, vivendo dissolutamente. Tendo gasto tudo, houve grande fome nesse país e ele começou a passar privações. Então foi servir a um dos habitantes daquela terra, o qual o mandou para os seus campos guardar porcos. Bem desejava ele encher o estômago com as alfarrobas que os porcos comiam, mas ninguém lhas dava. E, caindo em si disse: Quantos jornaleiros de meu pai têm pão em abundância e eu, aqui morro de fome! Levantar-me-ei e irei ter com meu pai, e dir-lhe-ei: Pai, pequei contra o Céu e contra ti, já não sou digno de ser chamado teu filho, trata-me como um dos teus jornaleiros. E, levantando-se, foi ter com o pai. Ainda estava longe quando o pai o viu, e enchendo-se de compaixão, correu a lançar-se-lhe ao pescoço cobrindo-o de beijos. O filho disse-lhe: Pai pequei contra o Céu e contra ti, já não mereço ser chamado teu filho. Mas o pai disse aos seus servos: Trazei depressa a mais bela túnica e vesti-lha; ponde-lhe um anel no dedo e sandálias nos pés. Trazei o vitelo gordo e matai-o; comamos e alegremo-nos, porque este meu filho estava morto e reviveu, estava perdido e encontrou-se. E a festa principiou. Ora, o filho mais velho estava no campo. Quando regressou, ao aproximar-se de casa, ouviu a música e as danças. Chamou um dos servos, perguntou-lhe o que era aquilo. Disse-lhe ele: “O teu irmão voltou e teu pai matou o vitelo gordo, porque chegou são e salvo”. Encolerizado, não queria entrar; mas o pai saiu e instou com ele. Respondendo ao pai, disse-lhe: “Há já tantos anos que te sirvo sem nunca transgredir uma ordem tua e nunca deste um cabrito para me alegrar com os meus amigos; e agora, ao chegar esse teu filho que te consumiu os teus bens com meretrizes, mataste-lhe o vitelo gordo”. O pai respondeu-lhe: “Filho, tu sempre estás comigo e tudo o que é me é teu. Mas tínhamos de fazer uma festa e alegrar-nos, porque este teu irmão estava morto e reviveu: estava perdido e encontrou-se”».

Após lhe ter explicado o objectivo do trabalho (ver em que medida as palavras de Jesus, se aplicam à nossa vida) a Helena, Íris e a Janin, fizeram o seguinte trabalho:

  • O filho mais novo foi ambicioso, esbanjador e inconscienteÁs vezes nós também agimos assim quando por exemplo queremos muito uma determinada coisa, fazemos birra e nem sequer pensamos nas consequências que esse nosso desejo pode trazer para os outros.
  • O pai por sua vez, foi bondoso, misericordioso e soube perdoar. Também nós sabemos ser assim sempre que perdoamos aqueles que amamos e aqueles que erram.
  • O filho mais velho foi invejoso, ciumento e não compreensivo. Nós por vezes, também não compreendemos as decisões dos mais velhos, e não as aceitamos. Quando por exemplo, os pais dão alguma coisa a um filho, o outro não respeita essa decisão.

Podem ser tiradas várias lições desta história contada por Jesus, mas a  principal lição é: SABER PERDOAR.”

 

No encontro de dia 30 de Janeiro foi proposto ao grupo, reflectir um pouco sobre algumas histórias do Novo testamento…

Objectivo do trabalho => Levar o grupo a reflectir nas lições que podemos tirardas histórias que Jesus contava há mais de 2000 anos, para a NOSSA VIDA DE HOJE…Será que essas histórias encaixam nos nossos dias??? Será que delas podemos tirar alguma lição, será que com elas podemos aprendar alguma coisa sobre os valores que devem conduzir a nossa vida??

Nos posts que colocarei a seguir, veremos as 4 histórias que foram distribuidas pelos 4 grupos, e as conclusões a que os elementos dos grupos chegaram.

“Caça ao Tesouro”….

Prosseguimos a nossa caminhada na descoberta da Biblia.

Na sessão de catequese de dia 16 de Janeiro embarcamos numa verdadeira “Caça ao tesouro”…

Com as pistas sobre a Biblia e os “elementos que a compõem, espalhados nos diversos grupos de catequese, os meninos e meninas do nosso grupo, passaram momentos muito divertidos e de trabalho, a correrem de lado para lado, na descoberta de uma pista, que os levaria á conquista de cartões que completariam o nosso cartaz sobre a biblia…

De uma forma muito participada e divertida, os meninos e meninas descobriram coisas importantes sobre os elementos aque compõem a biblia. De uma forma diferente, mas divertida, conseguimos recolher peças importantes a saber sobre a Biblia…

No sábado seguinte, seguiu-se um trabalho em grupo, sobre a pesquisa das passagens no Novo Testamento…Como procurar um capítulo e um versículo. Ficam aqui as imagens desses nossos dias. 

À descoberta da Biblia.

Os meninos e meninas desta cidade do Cristão levaram este Sábado o primeiro desafio de pesquisa para casa….

Propus que fizessem o seguinte trabalho:

“Recolhe todo o material que conseguires sobre a BIBLIA. Podes recorrer a livros, á Internet, ou podes entrevistar quem quiseres.  Traz toda a informação que conseguires para o próximo Sábado.”

Então é assim:

Nos próximos tempos andaremos à descoberta da Biblia…

Quanto a voçês, deixem os vossos comentários e as vossas ideias. O que sabem sobre a Biblia? Em que é que “Ela” pode intervir e modificar as nossas vidas??

Vá lá deixem as vossas ideias…vão ser muito úteis para o nosso trabalho.

Olá a todos…

No passado sábado, e após um curto período de férias, a catequese voltou “em força”.

Cá pela nossa cidade, as novidades vão surgindo. Este sábado criamos os grupos de funcionamento da cidade. Decidimos o seguinte:

Grupo da Informação:   

Os elementos que se propuseram para fazer parte deste grupo, terão entre outras tarefas:

  • Resumir o que de mais importante se passou na catequese e fazer um jornal mensal que se distribuirá depois na Eucaristia;
  • Tirar fotos sempre que se achar necessário;
  • Colocar em desenhos as actividades que se acharem convenientes;
  • Colaborar no blog;

 

Grupo da Organização: 
 
Já os elementos que decidiram pertencer a este grupo, terão tarefas como: 
  • Organização da cidade (da aldeia da oração; do lazer e vila da Palavra);
  • Manutenção da cidade;
  • Gerir o material (ver o que é preciso e pedir);

 Grupo da Animação e Ambiente:

Os elementos que se decidiram por este grupo, entre outras, terão de desempenhar tarefas, como:

  • Desenvolver jogos e actividades para a aldeia do lazer;
  • Desenvolver o boletim meteorológico (dos valores) da cidade;
  • Manutenção das presenças dos cidadãos nas actividades da cidade;
Grupo da Pesquisa:
Deste grupo, fazem parte todos os elementos. E tem como tarefa:
  • Pesquisar na cidade ou fora dela material para os temas a tratar na Vila da Palavra.

Foi uma reunião muito proveitosa, e todos os meninos ficaram nos grupos que escolheram. Estão todos com muita garra para trabalhar….

É Natal….

 

OS VOTOS DE NATAL DO GRUPO DO 4º ANO:

Desejo a todos um Feliz Natal, com Jesus, Maria e José.

 Gilberto

Desejo a todos um Natal feliz. , em que todas as pessoas se reunam com as suas famílias. Que Jesus ajude todas as pessoas e que as encha de alegria.

 Beatriz

Eu quero que todas as pessoas tenham um bom Natal, com muita felicidade . E desejo que todas as crianças do mundo tenham muitas prendas.

 Andreia

Desejo que este Natal seja diferente. Que todos os pobres consigam ter felicidade.

Hugo

Desejo que neste Natal estamos com Jesus, e que todos os povos do mundo tenham felicidade (e prendas).

Marcelo

Desejo um feliz Natal para todas as pessoas: que tenham paz, amizade, amor, união e que estejam em família.

Ângela

Neste Natal desejo paz, amor e harmonia para todas as pessoas do mundo inteiro.

Rui

Desejo para todos um Natal cheio de amizade, ternura e esperança.

Catarina

Desejo a todos boas festas, com muito amor, muita paz e harmonia.

Tânia

Neste Natal desejo paz para os que vivem em países em guerra. Aos pobres, desejo que tenham muitas prendas e um feliz Natal. Que Jesus dê uma casa aos sem-abrigo.

Íris

Eu desejo a todas as pessoas do mundo boas festas, com paz, amizade e felicidades com toda a família, esteja ela toda reunida ou não. Que todos sejam felizes.

Janin

Desejo a todos um Natal cheio de alegria, amor e paz. E que todas as crianças recebam um presente.

Francisca

No Natal quero que todas as pessoas do mundo inteiro sejam felizes.

Francisco

Desejo a todos um Natal feliz. Um Natal cheio de amor , em família rodeados daqueles que mais gostamos. Feliz Natal!!

Helena

Desejo que todas as pessoas tenham um Natal com carinho, amizade, tolerância e amor.

Carlos

Neste Natal gostava que o Menino Jesus trouxesse coisas para os pobres e pais para os orfãos.

João Paulo

Que o nascimento do Menino Jesus entre no nosso coração e que a beleza dessa nova vida invada a nossa e nos torne melhores!!

Um Santo Natal, para todos: Meninos e Meninas da Catequese, Catequistas, Pais, Padre Carlos e todos aqueles que nos visitam e nos deixam a sua marca.

Carla